Qual caminho devo seguir?

É comum encontrarmos jovens com dúvidas sobre qual caminho devem seguir, qual escolha profissional é a correta e como, de fato, encontrar um emprego que lhes dê satisfação profissional. Sabemos que hoje em dia, com o aumento de veículos de informações, como a TV, a internet e até mesmo o WhatsApp, é cada vez mais difícil termos a calma necessária para encontrar a melhor opção entre tantas apresentadas a nós.

Como seguir um caminho no qual não vejo uma alternativa segura?

Leia mais

O Jogo da Imitação

Juventude é um período maravilhoso. Nesse período tudo é lindo, tudo é alegria, tudo é esperança. É importante saber viver bem esse período.

O período da Associação dos Jovens da Seicho-No-Ie é exatamente esse período. Quando eu pertencia a essa associação costumava dizer aos colegas para aproveitar bem esse período, pois passa rápido e não volta mais. Depois desse período, na idade mais madura, nós vivemos mais tempo, ou seja, o período é mais longo,  pois vai até o término da vida, porém, a vida passa a ser mais difícil, pois aumentam as responsabilidades, o que deixa as pessoas viverem de forma menos alegre. Quando se fala em aproveitar e viver bem, algumas pessoas poderão pensar que se trata de brincar, divertir, gozar, enfim, fazer coisas que agradam ao corpo físico.  Porém, aproveitar não é isso.  Aproveitar e viver bem significa fazer algo que será benéfico no futuro.  Estudar coisas diferentes, conhecer lugares diferentes,  ter  novas experiências, criar novas amizades, é nessas coisas  que consiste o aproveitar.

Leia mais

A Pátria ideal já existe

No livro A Verdade da Vida, volume 37, o mestre Masaharu Taniguchi nos diz que o Japão não é mera extensão de terra, mas a própria Ideia da Grande Harmonia, a qual  se projetou sobre a face da Terra, tomando a forma de “fundação do Japão”. Foi o Espírito da Grande Harmonia que desceu dos céus com a finalidade de harmonizar todos os países. Por isto o Imperador, ao estabelecer sua capital, a chamou de Yamato (Grande Harmonia) e até hoje o Japão é reconhecido como a Cultura do Yamato, a cultura da Grande Harmonia. O Brasil também não é mera extensão de terra. É a ideia da Cruz Verdadeira, a Cruz que anula os pecados, a Cruz de Cristo (Imagem Verdadeira) que se projetou sobre a face da Terra.

Leia mais

Siga em frente sem medo de ser feliz

Muitos jovens são dominados pelo meio em que vivem, ou seja, estão a mercê das circunstâncias.

Não lhes falta recursos para vencer no mundo, mas coragem para enfrentar a si mesmos, enfrentar seus próprios medos. Por receios imaginários, não realizam seus sonhos de quando eram crianças ou mais jovens.

Enquanto vivem ao ritmo “deixe a vida me levar”, por dentro arrastam angústias e vivem dias sem rumo – sobrecarregados, tristes, decepcionados, uma constante sensação de que estão perdendo algo. E de fato estão. Leia mais

Are you ready?

ARE YOU READY?

A vida está cada vez mais cheia de desafios. E a escola não te prepara para eles. 

O Livro dos Jovens, de autoria do prof. Masaharu Taniguchi, merece ter esse título. É impressionante como esse grande amigo, que me acompanha desde que ingressei na Seicho-No-Ie, em 1984, nunca envelhece.

E amigo, sabe como é, está sempre pronto para nos ouvir e sempre pronto para nos orientar. E não foi diferente desta vez, pois foi justamente o capítulo “Progrida infinitamente” que abriu a minha mente para uma questão muito simples: falar sobre estudo é falar sobre progresso, sobre ideal.

Veja o que está escrito na p. 71: “Aquele que mantém a mente despertada e vigilante e procura sempre melhorar a sua vida e o seu trabalho progride infalivelmente, mas aquele que se acomoda só terá de regredir”.

Pensemos a respeito do que está escrito logo no início da frase: “Aquele que mantém a mente despertada e vigilante…”. Pois bem, manter a mente nesse estado significa necessariamente estar se atualizando (estudando) constantemente, preparando-se sempre para o próximo passo. Não estou dizendo para o futuro, e sim para o próximo passo que poderá ser dado quando você terminar de ler este artigo. E não há algo mais fundamental do que o estudo para que você supere o estágio atual e avance rumo ao seu ideal.

Mas como você deve preparar-se em um cenário de tantas mudanças, de tantas novidades?

Se analisarmos um pouco a História, compreenderemos melhor como chegamos até aqui, o que era exigido das gerações anteriores e o que se espera das gerações atuais.

Leia mais

Você é o que você fala

Você conhece o poder da palavra?

Olhe ao seu redor: você já parou para pensar na quantidade de informações de todos os tipos que recebe diariamente? Outdoors anunciam o novo filme que entrará em cartaz; panfletos informam as ofertas do supermercado; pessoas conversam trocando impressões sobre o dia; vendedores gritam anunciando seus produtos; jingles tocados de um carro de som fazem propaganda política. A comunicação faz parte da nossa vida, pois é por meio dela que o homem interage com o mundo. Além disso, ela nos permite a expressão de ideias e sentimentos. Com o avanço da tecnologia então, a comunicação se tornou cada vez mais rápida e interativa. Hoje em dia é impossível imaginar um jovem sem celular.

Leia mais

O Segredo da beleza

Há um famoso ditado que diz: “O que os olhos não veem o coração não sente”. Mas será que tudo que os olhos conseguem ver o coração realmente sente? No mundo atual, as pessoas são avaliadas pelo que têm ou pelo que aparentam ter, em vez de serem consideradas pelo que realmente são.

Imagino que você já deva ter passado pela experiência de ser ignorado ou sentir-se excluído por não estar com uma boa aparência. Eu já vivi uma situação assim: saí para pesquisar preços de carros, pois havia resolvido trocar o meu. Como estava de folga naquele final de semana, saí vestida toda esportiva. Na maioria das concessionárias, fui ignorada e só algumas me atenderam com atenção e simpatia. Acabei não fechando negócio naquele dia. No sábado seguinte, fui rever os carros que havia gostado mais e, como estava voltando de uma palestra, estava maquiada e trajando roupa social e salto alto. E, claro, fui tratada de outra maneira, naquelas mesmas concessionárias que havia sido ignorada.

Leia mais