o que você faria em 8640 horas?

Gerencie seu tempo: o que você faria em 8640 horas?

 

Tempo, tempo, tempo, tempo. Dizem que o tempo é nosso melhor amigo, pois nos ajuda a recuperar a alegria, depois de um sofrimento; dá-nos mais experiência, mais compreensão com relação às pessoas e aos fatos, mais sabedoria. Com o passar do tempo, ficamos mais maduros e, por vezes, mais flexíveis.

Como administramos o nosso tempo em 2014? O tempo passou. Em breve, um novo ano se iniciará. Afinal, aproveitamos bem este ano e seu tempo valioso?

Comecemos nossa reflexão pelas horas matinais. O mestre Masaharu Taniguchi nos ensina, no volume 7 da coleção A Verdade da Vida, que aquele que aproveita bem as horas matinais valoriza o dia inteiro e, aproveitando bem as horas matinais todos os dias, valoriza toda a sua existência. As horas matinais são propícias para revelações e inspirações; por isso, logo ao despertar pela manhã, vamos contemplar um novo dia, nos sentar em posição de oração e orar a Deus. Infalivelmente seremos orientados a tomar as melhores decisões neste dia, pois colocamos Deus em primeiro lugar, e deixaremos de perder tempo com indecisões, característica daqueles que se esquecem de Deus e querem decidir tudo com a sua própria força.

Certa feita, um empresário, preocupado com a baixa rentabilidade de seu negócio, contratou um consultor para orientá-lo, a fim de solucionar o seu problema. Pela observação do aproveitamento do tempo de um dia de trabalho daquele empresário, o consultor concluiu que o empresário deveria fazer no dia anterior uma lista de tarefas para o dia seguinte, de maneira habitual. Primeiramente, listaria todo o trabalho a ser cumprido naquele dia. Em seguida, classificaria o de maior importância e/ou urgência como o número 1 e, como número 2, o segundo de maior importância e/ou urgência, e assim por diante, até o final de sua lista. Com a lista pronta, teria uma visão geral de toda a sua incumbência para o próximo dia de trabalho e suas prioridades. Ele iniciaria o dia com um direcionamento, sem perder tempo em se organizar quando chegasse em seu escritório. Resolveria a tarefa de número 1 e não passaria para a de número 2 até que concluísse a primeira. Assim, a cada tarefa cumprida por inteiro, sentiria um alívio e iniciaria a próxima com novo ânimo. Mesmo ocorrendo algum imprevisto que o impedisse de cumprir todas as tarefas daquele dia, com o domínio de suas obrigações em mãos, ele poderia partir para um plano B, ou seja, refazendo a lista para o dia seguinte, colocando em primeiro lugar as tarefas que não foram cumpridas no dia anterior. Feito isso, ao menos ele teria feito as tarefas de maior importância e/ou urgência e encerraria aquele dia com bom ou ótimo aproveitamento de seu tempo. O consultor não colocou um preço em seu trabalho. Pediu que cliente o colocasse em prática e, depois, conforme o resultado desse procedimento em seu negócio, ele lhe pagaria o que achasse justo. Pois bem, após uma semana de aplicação desse método, o empresário conferiu-lhe o pagamento de 200 mil dólares.

A arte de aproveitar bem o tempo realmente é de grande valor para a nossa vida!

Muitas vezes nos lamentamos: “Ah, gostaria de fazer tanta coisa, pena que não tenho tempo!”. Será que em 2014 pensamos muitas vezes assim? Será que não tivemos tempo ou não nos planejamos o suficiente para realizar nossos planos? Sem planejamento, nos desviamos facilmente do foco, e sem foco não há realização satisfatória.

Você pode ter feito justamente o contrário, não é mesmo? Pode, ao encerrar este ano, concluir: aproveitei bem o meu tempo, cumpri o que idealizei para o ano e iniciarei um novo ano com novos projetos. Sendo esta a sua conclusão, diria que em sua mente estavam bem claros os objetivos para o ano; que aproveitou bem as suas horas matinais; orou a Deus, rogando-Lhe a orientação correta, sem perder tempo com indecisões provindas do eu menor, e manteve o foco nos seus objetivos, não se desviando do caminho da realização final.

Somos filhos de Deus e temos capacidade infinita de realizar todos os nossos ideais. O tempo está em nossas mãos. Nós é que fazemos o nosso tempo! Caso nosso ideal seja ler um livro, aproveitemos bem o tempo lendo-o, por exemplo, dentro do trem, metrô, ônibus, no horário de almoço ou em outros intervalos do dia. Esperar um bom tempo livre no dia para ler um livro talvez não ocorra; assim, aproveitar o mínimo de tempo livre para nos aprimorarmos um pouco a cada dia fará uma grande diferença ao final de uma semana, de um mês, de um ano.

Lembro-me, falando em administrar o tempo, de um livro que minha mãe leu no início de seu casamento. Ela nos falava que a autora, orientando as donas de casa, escreveu: quando estiverem num cômodo da casa e forem se dirigir para outro, pensem, antes, em tudo o que devem levar para lá, a fim de fazer uma única “viagem”. Sempre achei interessante essa orientação, aparentemente simples, mas de extrema sabedoria. Afinal, quanto tempo nós perdemos indo várias vezes a um mesmo lugar, sendo que em uma única vez podemos resolver tudo!

Tempo é Vida! Assim é a crença da Seicho-No-Ie. Aproveitar bem o tempo é aproveitar a nossa própria vida, o presente mais valioso que recebemos de Deus através de nossos pais. Há os que acreditam que tempo é dinheiro, mas o tempo é muito mais valioso que dinheiro. Perdendo dinheiro agora, no futuro poderemos recuperá-lo, mas o tempo perdido jamais voltará. Vamos viver o agora com o máximo aproveitamento do tempo!

Rir alegremente em todas as oportunidades que tivermos é aproveitar bem o tempo. Pensar e falar em coisas boas, belas e positivas, também. Conversar com os amigos, dando-lhes atenção; orar para os que necessitam; trabalhar em benefício do próximo etc., tudo isso significa aproveitar muito bem o nosso tempo.

O novo ano está chegando. Como administraremos o nosso tempo em 2015?

Talvez você pense: “Quando chegar 2015, eu pensarei em como administrar o meu tempo, não vou me preocupar agora”. Será esse pensamento correto? “Não te preocupes com o dia de amanhã” não quer dizer “não te prepares para o dia de amanhã”, diz a Seicho-No-Ie. Preparar-se para o próximo ano significa não preocupar-se, pois, ao nos prepararmos, evitamos a preocupação desnecessária de deixar tudo para a última hora. Que tal preparar a nossa lista de projetos para o ano que se inicia, numerando-os e executando-os de acordo com as nossas prioridades, a exemplo do plano de 200 mil dólares? Com certeza será um ótimo ponto de partida! Acredite! Você é capaz de administrar bem o seu tempo, a sua vida, porque você é um abençoado filho de Deus!

A Revelação Divina sobre o Viver Religioso nos ensina: “Não penses que todo aquele que se prepara seja pessoa de pouca fé. Há o viver em que, sem se estar preparado, está-se apreensivo pelo futuro; e também há o viver em que, sem apreensões pelo futuro, naturalmente se está preparado”.

Eu aproveitei bem o meu tempo escrevendo este artigo e agradeço o carinho da equipe editorial da revista Mundo Ideal por esta oportunidade. Espero que você tenha aproveitado o seu tempo também, lendo-o.

Jovem, sonhe bem alto e aproveite todo o tempo para concretizá-lo!

Muito obrigado.

Aspirante a preletora da Sede Internacional Lilian Súzi Baffi Norimatsu

 

Publicado na revista Mundo Ideal #245

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *