Qual é o Grilo

“Desejo crescer na empresa em que trabalho, passando a ocupar algum cargo importante. Qual deve ser meu sentimento para tanto?”

“Desejo crescer na empresa em que trabalho, passando a ocupar algum cargo importante. Qual deve ser meu sentimento para tanto?”

 

Reverências, muito obrigado.
Parabéns pela sua vontade de crescer e manifestar todo o potencial existente em seu interior.
A Seicho-No-Ie ensina que todos nós somos filhos de Deus, dotados de toda a força infinita do Pai. Por isso, temos capacidade, força, inteligência, alegria e harmonia inesgotáveis em nosso interior, prontas para se manifestarem quando desejarmos.
Por tal motivo é que nós temos a vontade de crescer em todos os sentidos. Queremos ser mais prósperos, mais saudáveis, ser amados e amar mais, ser úteis e importantes etc.
Se nossa natureza não fosse divina e sagrada, ninguém teria a vontade de manifestar cada vez mais a perfeição em sua existência. Só buscamos o impossível em razão de o infinito estar em nosso interior.
Portanto, quando desejamos crescer profissionalmente, temos de ter bem claro em nossa mente quais os verdadeiros motivos que nos levam a querer atingir tal objetivo e o que seja realmente a prosperidade.
O prof. Masaharu Taniguchi, fundador da Seicho-No-Ie, nos ensina no livro A Verdade da Vida v. 8, p. 138 sobre a verdadeira riqueza:

Para começar, “riqueza” não significa simplesmente o acúmulo de matéria em grande quantidade. “Ser rico” significa ter algo com a função de beneficiar o próximo em grande quantidade. O que tem a função de beneficiar o próximo – isso é amor; e, quando colocamos em prática esse amor, ele se transforma em “riqueza”. As pessoas que têm conseguido muita “riqueza” são aquelas que trabalharam para o bem de muitas pessoas.

Assim, quando compreendermos que “ser rico” de verdade é ter algo que possa beneficiar o maior número de pessoas, compreenderemos que devemos crescer em nosso trabalho com o grande ideal de fazer o maior número de pessoas felizes, utilizando nossos dons para tanto.
O motivo do sucesso deve ser sempre esse: Fazer o melhor para o bem do próximo!
Por isso, não queira assumir funções importantes apenas para ter posição, status ou poder. Tais objetivos são mesquinhos e nunca nos levam para o verdadeiro sucesso. Existem pessoas que acreditam que chegar ao seu objetivo utilizando o método que for alcançará a felicidade. Ledo engano.
Quanto maior for o seu amor e o trabalho desenvolvido no sentido da concretização da felicidade de todos, maior será a possibilidade de seu crescimento dentro de uma organização.
Aliado ao amor é preciso desenvolver-se nos conhecimentos e aprimorar-se em seu trabalho, a tal ponto de poder ser indagado sobre qualquer assunto de seu ofício.
Ademais, é preciso ter gratidão ao que você faz e à empresa em que trabalha. Todos os dias agradeça várias vezes (antes, durante e depois do expediente) seu emprego e a todas as pessoas que contribuíram e contribuem para o seu trabalho.
Isso fará com que você consiga alinhar seus pensamentos com as ondas mentais da Grande Vida de Deus, aumentando e melhorando sua capacidade no desenvolver de suas atividades. Além disso, trabalhe sempre com alegria. Tudo, absolutamente tudo, que é feito com alegria e amor é mais bem feito e traz resultados maravilhosos.
Pratique a Meditação Shinsokan ensinada na Seicho-No-Ie todos os dias. Esse é o método mais eficaz para sintonizar a mente com nossa natureza divina e gravar, de forma indelével, a ideia de sucesso na alma, o que faz com que tenhamos a autoconfiança e a força necessária para concretizar nossos ideais.
Trabalhe com amor, alegria e gratidão. Com esses sentimentos é impossível não atingir o sucesso em qualquer empreendimento da vida.
Procure uma de nossas Associações Locais e participe de um dos Seminários de Treinamento Espiritual em nossas Academias.
Oro sinceramente pela sua felicidade, reverenciando a Grande Vida de Deus que habita em seu interior.
Manifestando o amor, a gratidão e a alegria você será o próprio sucesso!

Muito obrigado!

Preletor em grau Sênior João Ricardo Viana Costa

Publicado na revista Mundo Ideal #246 – Janeiro 2015 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *