horta

Horta Orgânica

Mostrar os benefícios da alimentação saudável, a conscientização ambiental e a qualidade de vida são algumas das funções da horta orgânica. Além de suprir a ineficiência nutricional dos vegetais cultivados no sistema agrícola convencional. O alimento orgânico é cultivado sem o uso de adubos químicos e agrotóxicos. Dispondo de apenas 10m2 em suas próprias casas, utilizando canteiros, jardins e quintais, em local ensolarado, já é o suficiente para se iniciar uma horta com alguns tipos de verduras, frutas e hortaliças em que vai alimentar pelo menos duas pessoas.

DSCN5670O grande valor da horticultura orgânica é promover permanentemente o melhoramento do solo, a conservação dos recursos naturais e o aumento da biodiversidade. Ao invés de mero suporte para a planta, o solo será sua fonte de nutrição, pois a agricultura orgânica promove a fertilidade dele; vários resíduos são reintegrados ao mesmo através da compostagem (processo de transformação de matéria orgânica, encontrada no lixo, em adubo orgânico (composto orgânico)) de folhas, sobras de verduras, palhadas, etc.; que são devolvidos aos canteiros, em forma de composto, para que sejam transformados em nutrientes para as plantas. Essa fertilização ativará a vida ali presente: os micro-organismos além de transformar a matéria orgânica em alimento para as plantas tornarão a terra porosa, solta, permeável à água e ao ar.

A rotação e diversidade de culturas são utilizadas como forma de preservar a fertilidade do solo e o equilíbrio dos nutrientes. É fator que traz estabilidade ao sistema, pois implica no aumento de espécies e na interação entre os diversos organismos e contribui também para o controle de pragas.

Muitas espécies podem ser associadas entre si, pois se favorecem, por exemplo, espécies que produzem muita sombra podem ser associadas àquelas que gostam de sombra, como o tomate e a salsa. Espécies com folhagens ralas podem ser plantadas junto àquelas mais volumosas.

Ex. cebolinha e alface. Espécies que exalam odores e afugentam insetos.

Ex. alface e cebolinha, etc.

Essas técnicas contribuem para um solo saudável, uma produção sadia e previnem o aparecimento de infestações.

A retomada de formas de cultivo da terra e de algumas antigas práticas rurais, ao contrário do que possa parecer, não é um retorno ao passado, mas uma visão de futuro que visa recuperar o domínio do conhecimento e da observação sobre o processo produtivo agrícola. É a apropriação de uma avançada tecnologia que possibilita a produção de alimentos e outros produtos vegetais, estabelecendo um convívio amigável entre o homem e o meio ambiente, com a mínima intervenção possível.

Todos esses aspectos se inter-relacionam na discussão sobre qualidade de vida. É compreendida como alternativa produtiva, como estratégia de desenvolvimento rural e urbano onde se vive com melhor qualidade.

A agricultura orgânica, sob a ótica da saúde e qualidade de vida, pode ser abordada primeiramente na dimensão da saúde humana dentro dos conceitos de alimento saudável de baixa toxicidade e melhor valor nutricional. Na dimensão ambiental, a adoção de práticas orgânicas na produção de alimentos tem um impacto positivo sobre o meio ambiente. E o equilíbrio do ambiente é irremediavelmente ligado ao conceito de saúde humana. Não é possível ser saudável vivendo em um ambiente insalubre. Assim sendo, a agricultura orgânica torna-se um instrumento essencial na promoção da saúde ambiental.

Essas hortas orgânicas podem ser tanto escolar, comunitária, familiar e há até hortas no exterior sendo implantadas nas empresas, em qualquer desses ambientes haverá uma melhora, no que diz respeito à alimentação, interação entre as pessoas e conscientização ambiental. Enfim todos só têm a ganhar!

Por  Talyta Kurihara

Referências:
http://www.portalorganico.com.br/sub/7/agricultura-e-o-planeta
https://www.ucs.br/ucs/tplLacos/pesquisa/lacos/modulos/horta.pdf

http://www.sitiodomoinho.com/organicos/a-horta-organica

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *