Qual é o Grilo

Não considero minha família biológica

“Apesar de ser japonesa, não gosto de orientais e não considero minha família biológica. Nunca tive boa convivência com minha mãe, acho que não era pra eu ser filha dela. Não conheço meu pai, porque ele abandonou minha mãe quando ela ainda estava grávida. Sinto que minha madrinha deveria ser minha mãe. O que faço para melhorar essa situação?”

Resposta: Reverências! Que bom que você nos escreveu para saber como solucionar essa situação. A primeira coisa que quero dizer-lhe é parabéns. Seu espírito é nobre, porque o fato de querer solucionar a situação é porque sabe que o que está manifestado nesta relação agora não é a Imagem Verdadeira da vida de cada um dos envolvidos nessa situação.

A Seicho-No-Ie é um movimento filosófico religioso que tem como base a Revelação Divina da Grande Harmonia, e nela está escrito: “Mesmo que agradeças a Deus, se não consegues, porém, agradecer a teus pais, não estás em conformidade com a vontade de Deus”. Isso significa que, para sentir a presença de Deus em sua vida, deve começar agora a exercitar a gratidão a Deus, agradecendo a seus pais. O prof. Seicho Taniguchi nos escreve o seguinte no livro Para Realizar o Amor e a Oração: “Os homens têm o desejo de reconciliar-se porque originalmente são filhos de Deus, irmãos que vieram de uma só Vida, e assim têm o premente desejo de viver em harmonia” – por isso, você escreveu para a Revista Mundo Ideal, dentro de você existe esse desejo, e é natural que assim o seja. Quando agradecer do fundo de seu coração a seus pais a origem de sua vida, naturalmente sentirá alegria por ser oriental.

O prof. Seicho continua na mesma página: “Quem odeia alguém, ainda que seja uma pessoa, é levado por esse ódio ao fundo do poço, na mais completa infelicidade”. Como disse no início, esse não é o seu caso, pois dentro de você existe o desejo de viver bem com seus pais.

Então a orientação é a seguinte:

1) Leia o livro Para Realizar o Amor e a Oração, nele irá compreender melhor o que estou lhe dizendo.
2) Realize com sentimento de profundo amor a Oração para Perdoar para seus pais. Esta oração se encontra no livrete Meditação para Contemplar a Deus “Shinsokan” e Outras Orações, p. 33.
3) Começe hoje a usar o Princípio do Relógio de Sol com seus pais, escreva em um caderno somente o lado positivo deles.
4) Participe de um Seminário para Jovens em uma de nossas Academias de Treinamento Espiritual, para exercitar cada vez mais seu espírito, essas práticas transformarão sua vida.

Oro por sua felicidade!

Muito obrigado.

Aspirante a Preletor da Sede Internacional José Maria Coelho

Publicado na revista Mundo Ideal #224

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *