Qual é o Grilo

Relação sexual antes do casamento

“Tenho um relacionamento sério, mas eu e minha namorada não tivemos relação sexual ainda porque ela é virgem e estou esperando o momento em que ela se sentir confortável na relação para isso. Como sou adepto da Seicho-No-Ie, gostaria de saber sobre relação sexual antes do casamento.”

Resposta:

Reverências, muito obrigado.

Parabéns pela pergunta.

Tenho certeza de que vamos ajudar muitas pessoas pela sua coragem.

Você está num relacionamento sério. Que bom! Já existe um compromisso, ou seja, a responsabilidade e o desejo de estarem juntos.

Dentro da Seicho-No-Ie aprendemos que o namoro é muito importante. É a fase em que reconhecemos o outro como a verdadeira metade da alma, tendo como objetivo o casamento, pois a esse sentimento originário de unicidade dá-se o nome de amor.

No livro Namoro, Casamento e Maternidade, na p. 242, o Mestre escreve:

Se o propósito de um namoro for conseguir o objeto de prazer ou satisfação dos próprios interesses, será considerado impuro e não autêntico.

Então, como deve ser um namoro imaculado ou puro?

Será considerado autêntico e puro o namoro de um homem e uma mulher que decidem se tornar marido e mulher com o objetivo de completarem eternamente personalidade, unindo-se espiritual e fisicamente, a fim de completarem reciprocamente as partes falhas de ambos.

No livro a Felicidade da Mulher, v. 2, p. 99 e p. 104, aprendemos ainda:

A satisfação do desejo sexual é possível até com quem não se ama. Ela nem sempre é um “ato de amor”, mas sim mero prazer carnal… Não se deve pensar que a consumação do ato sexual seja um ato natural de amor, e também se deve tomar cuidado, pois atualmente a expressão “Eu amo você” está sendo empregada como sinônimo de “Sinto desejo sexual por você”.

Ultimamente são muitos as jovens que maculam a sua pureza física antes do casamento, alegando que é necessário conhecer tudo através da experiência. Devem saber, no entanto, que o corpo não é simples matéria. Ele é a representação do espírito. Por isso, a sua pureza e a sua virgindade são respeitadas como expressão de pureza do espírito.

Portanto, cabe a você e à sua namorada a decisão de manter ou não relação sexual, mas é preciso ressaltar que devem analisar o objetivo do relacionamento de vocês, se realmente têm o sonho do matrimônio ou não. Ou, ainda, preservar este momento para após o casamento, respeitando a posição da sua namorada, se assim o desejar. Quando a relação está fundamentada no amor, o respeito e a compreensão servem como base para todas as decisões. Embora jovens, estão tomando cuidados para que tudo seja de forma adequada. Leiam os livros que citei e também façam oração um para outro. Tenho certeza de que tudo acontecerá na hora certa e de forma natural, como Deus orientar, e quando o verdadeiro desejo de vocês se manifestar. Convido-os também a participarem de reuniões para jovens, para, assim, se fundamentarem cada vez mais na doutrina da Seicho-No-Ie e construírem um futuro maravilhoso no lar e em todos os sentidos. Muito obrigado pela oportunidade. Grande abraço.

 

Preletora em grau Júnior Gicélia Silveira Pacheco

 

Publicado na revista Mundo Ideal #247

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *